quinta-feira, 13 de junho de 2019

Calimala


Em Calimala os jogadores são comerciantes de roupas em Florença, tentando se sobressair comercialmente fazendo as melhores negociações para exportar produtos para outros lugares como Londres e Lisboa mas também ajudando na construção de importantes prédios florencianos.

O jogo tem um tabuleiro central onde sorteamos no Conselho de Florença, a ordem com que as coisas serão pontuadas durante a partida, outra coisa sorteada ainda no setup é a área de ações, onde apenas a ação de contribuir para as construções é fixa.

Além disso cada jogador recebe um tabuleiro individual com o seu porto e quatro armazéns já preparados, mas com espaço para expandir mais dois armazéns de roupas.

 A forma inteligente de como as ações são
realizadas é um diferencial do jogo.

Durante a rodada, cada jogador escolhe uma interseção entre duas ações do tabuleiro central para realizar, o trabalhador utilizado pode então realizar as duas ações escolhidas, ou apenas uma delas e comprar carta com a ação que sobrar, mas aí que tem o grande brilho do Calimala.

Quando a interseção está vazia, essas são as suas únicas opções, mas se existirem trabalhadores usados anteriormente, esses são novamente ativados, sejam do jogador da vez, sejam de outros jogadores, então você precisa ficar ligado para não ficar dando chance pra um adversário refazer uma ação interessante, mas ao mesmo tempo, tenta "combar" a sua rodada para fazer mais coisas.

As ações disponíveis são geralmente ligadas às pontuações, como receber bens, contribuir para as construções, estabelecer pontos comerciais e enviar produtos via navio ou carroças.

 No tabuleiro dos jogadores, um resumo das ações
além dos armazéns e dos navios.

O lance das pontuações também é bem interessante e diferente, já falamos sobre existirem trabalhadores previamente colocados nas interseções, pois bem, quando o quarto trabalhador é colocado, o trabalhador mais antigo ganha uma cadeira no Conselho e é disparada uma pontuação seguindo a ordem do Conselho de Florença.

Além dos trabalhadores, em Calimala temos cartas que você consegue abdicando das ações para comprá-las, elas ajudam nas ações e podem ajudar bastante para que o seu turno seja mais produtivo.

 Acima das ações, o Conselho de Florença com a ordem
em que as coisas serão pontuadas.

O jogo termina quando os jogadores tiverem alocado todos os seus trabalhadores ou quando todas as pontuações do Conselho de Florença tiverem sido efetuadas, então cartas de objetivo secreto e o objetivo comum são contadas e o jogador que tiver mais pontos ganha.

Calimala é um jogo gostoso, tem umas mecânicas diferentes bem interessantes, e é daqueles euros que deve ficar muito bom com a mesa cheia, uma vez que mais trabalhadores vão estar nas ações e você vai precisar ficar bem ligado pra não dar bobeira com os adversários.

Exportar ou doar para as construções, formas de
fazer pontos em Calimala.

https://www.acessoriosbg.com.br/

Nenhum comentário: