quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Villagers


A Peste Negra devastou a Europa da Idade Média, em pouco tempo as pessoas se viram com escassez de praticamente tudo, e os anos que se seguiram foram de reconstrução, mas você precisa escolher bem quem vai fazer parte do seu novo vilarejo para que ele cresça e prospere.

Com essa premissa, Villagers é um card-game onde à partir da sua carta de fundador, você precisa a cada rodada escolher pessoas capacitadas para fazer a sua vila funcionar e assim no final do jogo ter mais ouro que seus adversários.

A partida de Villagers tem várias rodadas, e cada uma delas é dividida em duas fases distintas, a primeira onde vamos escolher cartas que virão para nossa mão, e posteriormente a segunda fase, onde vamos baixar essas cartas na nossa vila e assim ativar o poder delas.

 Você vai contratar pessoas que ajudem
a sua vila a prosperar.

Um aspecto que eu curti muito foi a progressão do jogo, nas cartas temos profissões e algumas precisam de pré-requisitos, então você precisa ter na sua vila um minerador, pra pode posteriormente ter um ferreiro, para pode ter então um joalheiro e por aí vai.

Esse efeito "cascata" das profissões é a grande sacada do jogo, e é nela que você vai precisar ficar de olho na fase de ofertas de cartas. para mesmo que você não consiga baixar logo determinada carta, você fique com ela na mão para baixá-la no momento certo.

Os efeitos em "cascata" das profissões, são
a grande sacada do jogo.

As rodadas seguem nesse fluxo e em dois momentos distintos temos uma conferência de pontos, no primeiro apenas determinadas cartas vão contar, mas a última contagem também fecha o jogo, nesse momento tudo que pode ter dar pontuação, vale, e aí temos as profissões que na verdade são "combinhos" de pontos, então é importante ler o jogo para não ficar com essas cartas na mão.

Feita a contagem o jogador com a maior quantidade de pontos é o vencedor.

Villagers é um jogo simples, mas impressionante estruturalmente, você passa a partida toda de olho na melhor combinação das profissões e até em não deixar boas oportunidades passarem para a vila dos amiguinhos, ele é um jogo que ainda não saiu no Brasil, mas pela produção relativamente tranquila, poderia ser uma excelente pedida.

Guardar as cartas e baixá-las de forma a tirar
o melhor delas, é uma das sacadas.

https://www.acessoriosbg.com.br/

2 comentários:

Shai disse...

Acho ele mais um "engine builder" que um "civ".

Carlos "Cacá" disse...

É que ele tem um "gostinho" de civ... Mas você tem razão... :D