sexta-feira, 15 de março de 2019

Stuffed Fables


A menina está crescendo, perdeu a segurança do berço e ganhou uma caminha de "menina grande", e agora suas pelúcias vão precisar protegê-la das criaturas que surgem para atordoar seu sono e roubar suas preciosidades.

Com essa premissa, Stuffed Fables da Galápagos Jogos, é um jogo de aventuras, onde os jogadores são as simpáticas (e heroicas) pelúcias que precisam proteger a menina dos lacaios do terrível Crepitus.

Logo de cara percebemos que esse é um jogo diferente dos demais, nós temos um livro de aventuras, onde uma página de dá instruções de como proceder, e a outra serve como o mapa do jogo, então a cada avanço na história vamos virando as páginas e nos deparando com as suas surpresas.

Uma página nos diz como será a história e o que
precisamos fazer para vencê-la.

Para a primeira história, separamos alguns itens e abrimos a página que nos conta a história de de como a menina está crescendo e um dos personagens conta como à partir de agora as pelúcias precisam ficar atentas para protegê-la.

A mecânica do jogo é muito simples e funciona toda baseada em dados coloridos. Existe uma bolsa com dadinhos em 7 cores, cinco delas são para ações e duas são para que as pelúcias possam ganhar enchimento (que são o medidor de vida do jogo) e outra para regular a ativação dos lacaios (criaturas do mal que são nossos inimigos).

Ao iniciar o turno, o jogador compra cinco dados do saquinho, então com o que saiu o jogador da vez planeja suas ações.

 A outra página serve de "tabuleiro" para as aventuras.

Para cada dado branco ele pode juntar e tentar conseguir mais enchimento, os dados pretos são colocados na trilha de perigo, e quando atingem a quantidade de pelúcias em jogo, fazem com que os lacaios ganhem uma ativação ao final do turno daquele jogador, com os outros dados ele pode mover, atacar, procurar coisas e interagir com o ambiente.

Ao final do turno, ele pode ainda guardar um dado, que pode ser utilizado posteriormente tanto para ações no seu próximo turno, quanto para se defender de um possível ataque, doar dados para as outras pelúcias ou transformar dados não usados em enchimento para os seus companheiros.

Além das ações dos dados os jogadores tem ainda cartas de melhorias, que vão fazer com que as ações fiquem melhores e fazem com que sempre que possível seja uma boa procurar por itens nos ambientes onde estamos.

 Quando a trilha de ameaça atinge o número
de pelúcias em jogo, a coisa fica feia.

Se a trilha de perigo não atingiu o número de pelúcias em jogo, passa-se para o próximo jogador, caso contrário os lacaios tem uma rodada de ativação.

Basicamente eles se movem e atacam, e o ataque deles costuma ser bem punitivo caso os jogadores não tenham se preparado deixando dadinhos guardados, e se uma das pelúcias zera o seu nível de enchimento, ela cai e uma carta de sono da menina é revelada, se ela estiver ainda dormindo, beleza, mas pode acontecer dela ficar com o sono agitado e até mesmo acordar, o que traz consequências ao jogo.

Mas o que eu achei mais legal no Stuffed Fables, é que a história é muito bacaninha, e o lance de passar as páginas enquanto jogamos tem muito haver com a ambientação, parece realmente que você está contando uma historia de ninar, e isso cabe muito bem com o jogo.

 Cada pelúcia tem atributos únicos e pode ir melhorando
conforme vai ganhando cartinhas especiais.

Na primeira história passamos algumas páginas até o enfrentamento final, o que garante que possamos sentir bem esse avançar, e apesar de aparentemente não deixarmos nada de uma história para outra nos personagens, você fica com vontade de ver o avançar da campanha.

Eu gostei muito dele, ele funcionou muito bem para jogar com meu filhote (11 anos) e nós dois acabamos gostando mais dele do que do Mice & Mystics, que também tem essa pegada "conto de fadas".

A situação vai ficando bem sinistra conforme
a história vai avançando.

https://www.ludopedia.com.br/lista/19209/premio-ludopedia-2018-midia-escrita-final&id_ludo_list_item=207299#id_ludo_list_item_207299

Nenhum comentário: