segunda-feira, 9 de abril de 2018

Série Timeline


Criado em 2010 pelo francês Frédéric Henry, a série Timeline tem uma premissa extremamente simples, o jogo resume-se a uma série de cartas com um tema específico e os jogadores precisam montar uma linha do tempo com essas cartas até que o primeiro jogador fique sem cartas e ganhe a partida.

A regra é tranquilinha, cada jogador recebe quatro cartinhas no início do jogo, abre-se a primeira como referência e na sua rodada o jogador da vez precisa colocar na linha do tempo uma das suas cartas.

A regra é praticamente isso, escolhe uma carta e decide onde colocar.

Caso ele acerte fica sem ela, caso erra pega uma nova do topo do deck de compra.

Falando assim parece até um jogo bobo, mas ele é muito divertido, ou você acha que vai saber quando a rolha foi inventada? ou o sabonete? e o mais importante, qual é antes ou depois do outro?

A primeira edição do jogo foi o Invenções (lançado no Brasil pela Galápagos Jogos), mas o sucesso foi tão grande que muitas outras versões se seguiram : Eventos Históricos, Descobertas, Música & Cinema (o meu preferido), Diversidades (que é um apanhado de todos e também saiu no Brasil pela Galápagos) entre uns mais localizados como História Americana, Star Wars, etc.

 As várias cartinhas que se apresentam no jogo.

Outra coisa muito bacana da série Timeline é a facilidade com que ele vê mesa, pois é um jogo que se carrega pra lá e pra cá, recebe até 8 jogadores, é extremamente simples de explicar, entender e jogar, e visualmente ele é super atraente, pois a arte das cartinhas as vezes ajudam a situar determinados pontos históricos.

É raro ver o povo falando dele, mas Timeline é daqueles joguinhos que você precisa ter na sua coleção, e que deveria estar sempre pelas mesas por aí (espero que a Galápagos traga outras expansões dele para cá).

Lá fora, o jogo vem em latinhas lindas.

Nenhum comentário: